Início » DESTAQUE » Governador Omar Aziz anuncia pacote de R$ 6,4 bilhões na leitura da mensagem governamental na ALE-AM

Governador Omar Aziz anuncia pacote de R$ 6,4 bilhões na leitura da mensagem governamental na ALE-AM

Calendário

Fevereiro 2013
M T W T F S S
« Jan   Mar »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728  

Enter your email address to follow this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 3.358 outros seguidores


O governador do Amazonas, Omar Aziz, anunciou, na manhã desta terça-feira, dia 05 de fevereiro, um pacote de R$ 6,4 bilhões em obras e aquisição de máquinas e equipamentos para as áreas de infraestrutura, saúde, educação e segurança pública até o ano de 2014. O anúncio do valor do investimento, que segundo o governador é o maior já aplicado no Estado, foi feito durante a leitura da Mensagem Governamental, que marca a abertura dos trabalhos na Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM).

Em quase duas horas de discurso na ALE-AM, onde estavam presentes a primeira-dama, Nejmi Aziz, o vice-governador, José Melo, além de todo o secretariado do Governo e o prefeito de Manaus Arthur Virgílio Neto, entre outras autoridades do poder Executivo, do Legislativo e do Judiciário, Omar Aziz fez um amplo balanço das ações do Estado no ano passado e detalhou investimentos para ampliar obras, serviços e equipamentos públicos tanto na capital quanto no interior. No balanço de 2012, os destaques foram para os programas Ronda no Bairro, Oportunidade e Renda, Viver Melhor e os investimentos feitos na área da habitação e no setor rural.

Ao ressaltar a implantação do programa Ronda no Bairro em toda Manaus, Omar Aziz anunciou investimentos de R$ 100 milhões para levá-lo ao interior, inicialmente a 12 municípios. Neste sentido serão priorizadas as obras de reforma e adaptação dos batalhões de Manacapuru, Tefé, Tabatinga e Itacoatiara, para transformá-los em Centro Integrado de Segurança (CIS).  Também foram anunciadas obras na capital, dentre as quais um Centro de Comando e Controle visando a Copa de 2014, que vai custar R$ 8 milhões, e mais R$ 18 milhões para o Sistema de Identificação Automatizado de Impressão Digital (Afis), que, até o ano de 2014, concluirá a digitalização das impressões digitais cadastradas pela Polícia Civil.

Ao destacar os gastos feitos em segurança que saltaram de R$ 692,8 milhões, em 2010, antes da implantação do Ronda no Bairro, para mais de R$ 1 bilhão em 2012, um acréscimo de 44%, o governador reafirmou que não se faz segurança pública sem investimentos, sem homens e mulheres preparados, sem equipamentos e tecnologia adequados. “Aqui (na ALE-AM) vocês têm informação sobre todos os orçamentos de Governo e podem fazer um comparativo. O nosso investimento, posso dizer, é o maior já feito na área de segurança”.

Ainda na área de segurança, Omar Aziz anunciou uma grande reformulação no Corpo de Bombeiros, com investimentos de R$ 66,7 milhões, incluindo a aquisição de 74 viaturas, lanchas, material e equipamentos e em obras e instalações. O investimento também inclui contratação de pessoal, da ordem de R$ 10,9 milhões, para convocar 426 bombeiros aprovados no último concurso realizado pela corporação. A chamada para o curso de formação será feita após o Carnaval.

Saúde – Para a área da saúde, o governador do Amazonas anunciou investimentos de R$ 659,5 milhões em 2013 e disse que aguarda autorização da presidenta Dilma Rousseff para contratar médicos especialistas estrangeiros para hospitais no interior. A ideia é fazer seleção nacional para chamar médicos brasileiros e, caso as vagas não sejam preenchidas, abrir para os estrangeiros.

Entre os projetos destacados por Omar Aziz estão as construções do Hospital da Zona Norte, que terá R$ 390 milhões, do Centro de Tratamento de Dependentes Químicos, do Hospital do Sangue e do Centro de Diagnóstico por Imagem, que será implantado no lugar onde está o Hospital Eduardo Ribeiro. “Vamos investir R$ 60 milhões no Centro de Diagnóstico de Imagem, com parceria público privada, que vai permitir que todos, pobres e ricos, tenham acesso a esse serviço que hoje só é oferecido, na qualidade que estamos prevendo, em centros particulares no  Sul do País”, frisou Omar Aziz.

No pacote de investimentos na saúde, o governador também destacou o projeto de adequação do Hospital Francisca Mendes para “Hospital do Coração Francisca Mendes”, habilitado inclusive para transplantes do coração, que devem iniciar em 2014. Para realização de transplantes, o Governo está treinando profissionais do Amazonas em hospitais especializados em procedimentos de alta complexidade, como o Sírio Libanês, o Albert Einstein e o Incor.  A previsão é iniciar os transplantes de fígado ainda este ano no Estado.

No interior, os investimentos incluem a conclusão de oito hospitais, aquisição de 35 ambulanchas, inclusão de mais 50 municípios no Programa de Mamografias (11 já possuem mamógrafos), construção do novo hospital de Manacapuru e ampliação do Programa Amazonas Saúde Itinerante, com realização de cirurgias e consultas especializadas.

Educação – Para a educação básica (ensino Fundamental e Médio), os investimentos devem alcançar R$ 542 milhões. Parte desses recursos, cerca de R$ 375 milhões, será usada na construção de 25 Centros de Educação de Tempo Integral (Ceti), dos quais 22 no interior. Serão construídas, ainda, 11 escolas padrão na capital, outras18 serão adaptadas para escolas de tempo integral e 56 reformadas na capital einterior. “Nossa meta até o final de 2014 é ter 70 escolas no modelo de tempo integral no Estado”, disse Omar, ao anunciar a abertura de 3 mil vagas  de pós-graduação para professores da rede estadual de ensino e a entrega de tablets para todos os professores do Ensino Médio e alunos do terceiro ano do Ensino Médio.

O Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam), que em 2012 ofereceu 50 mil vagas do Programa Oportunidade e Renda, vai disponibilizar 60 mil em 2013 e, através da Agência de Fomento do Etado do Amazonas (Afeam), as pessoas qualificadas poderão receber crédito para ampliar ou abrir um negócio.

No ensino Superior, a Cidade Universitária vai consumir, em sua primeira etapa, R$ 392 milhões para as obras de infraestrutura de acesso e construção dos prédios da Reitoria, das Faculdades de Tecnologia e Estudos Sociais, Refeitórios, Biblioteca e Alojamentos para 2 mil estudantes do interior.

Na área de habitação, a meta do governador Omar Aziz é chegar ao final de 2014 com 30 mil unidades entregues. Dessas, cerca de 7 mil já foram entregues, 15 mil estão em obras  e outras em fase de projeto.

Na produção rural, setor em que a prioridade é para a piscicultura, estãosendo investidos cerca de R$ 397 milhões. Parte desse recurso, cerca de R$ 200 milhões, será para financiar produtores rurais, principalmente nos polos de piscicultura (Humaitá, Manacapuru, Parintins, Boca do Acre e Benjamin Constant). Em 2012 o volume de recursos chegou a R$ 194 milhões, beneficiando 125 mil pessoas. Nos últimos dez anos a média anual foi de R$ 30 milhões/ano.

A Afeam, que em 2012 aplicou R$ 98 milhões em financiamentos, está disponibilizando R$ 123 milhões, em 2013, para a realização de dez mil operações de crédito. Ainda no setor primário, o governador destacou investimentos de R$ 89 milhões para reflorestamento de áreas desmatadas, R$ 40 milhões no programa Água para Todos, voltado a comunidades ribeirinhas, e R$  10 milhões para a melhoria da estrutura do Instituto de Desenvolvimento Sustentável (Idam) e da Secretaria do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável do Amazonas(SDS) nos municípios.

A área de assistência social terá R$ 16 milhões para serem investidos, incluindo a construção de novo centro sócioeducativo para substituir o Dagmar Feitoza. Na cultura, que terá investimentos de R$ 13 milhões, o destaque é para a construção da Escola de Artes Claudio Santoro, para 5mil alunos; a restauração do Centro Antigo de Manaus, entre a avenida Eduardo Ribeiro e rua Monsenhor Coutinho e a revitalização da Igreja dos Remédios.   

Infraestrutura tem a maior parte dos investimentos – A maior parte dos investimentos anunciados pelo governador são para infraestrutura urbana com destaque para o Prosamim, que tem disponíveis R$ 800 milhões para o igarapé do São Raimundo; R$182 milhões para obras no igarapé da Cachoeira Grande, no bairro São Jorge, e igarapés do Sesc e do Bindá; além de R$ 219 milhões para a conclusão do Prosamim II e mais  R$ 80 milhões para o Prosai de Maués. Outros R$ 1,4 bilhão são para as obras do monotrilho.

O Governo do Estado também planeja construir dois anéis viários para facilitar o escoamento da produção do Distrito Industrial, que vão consumir R$ 300 milhões. Na avenida das Flores estão sendo investidos R$ 228 milhões e  na duplicação da rodovia Manuel Urbano, R$ 224 milhões. Foram anunciados, ainda, R$ 25 milhões para obras de contenção de erosão em quatro bairros; R$ 258 milhões para 25 municípios atingidos por desbarrancamento no período cheia; R$ 75 milhões para sistemas viários de vários municípios; R$ 32 milhões para reforma e ampliação do bumbódromo de Parintins; R$ 130 milhões para estradas e pontes em vários municípios; R$ 50 milhões para sistemas de abastecimento de água em oito municípios; R$ 30 milhões para vicinais e  mais R$ 35 milhões para o programa Viver Melhor Habitação (R$ 20 milhões  na capital e R$ 15 milhões no interior).

De acordo como governador, a construção de oito aeroportos no interior e reforma de outros 18 não estão inseridos no pacote de obras, uma vez que a presidenta Dilma Rousseff comprometeu-se em liberar os recursos.

FOTOS: ALEX PAZUELLO / AGECOM


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: