Secretaria de Segurança apresenta segunda etapa do programa Ronda no Bairro


A Secretaria de Segurança Pública (SSP) anunciou para os dias 19 e 26 de julho o inicio do programa Ronda no Bairro nas zonas leste e centro-sul, respectivamente. Segundo o secretário de Segurança, coronel PM Paulo Roberto Vital, a alteração na data, prevista para este dia 5, foi em decorrência da falta de liberação pela Receita Federal dos componentes eletrônicos que fazem parte da tecnologia importada para as viaturas, ocasionada pela greve dos servidores públicos federais.


“O Governo do Estado está pronto para implantar a segunda fase do programa na zona leste e centro-sul, conforme planejado. Todavia, nosso planejamento foi afetado por fatores alheios à nossa vontade, como é o caso da greve da Receita Federal”, explicou o secretário.

Ainda segundo Vital, o Governo do Estado se antecipou para acelerar a liberação dos equipamentos, o que deve acontecer esta semana, para que a empresa Processamento de Dados Amazonas (Prodam) possa instalá-los nas viaturas. O secretário também afirmou que estão mantidas as datas planejadas para as outras fases do programa. Até o final de agosto, serão as zonas oeste e centro-oeste e, em setembro, a zona sul.

Criado pelo governador Omar Aziz para reestruturar o sistema de segurança no Estado e levar a polícia para mais perto da comunidade, o Ronda no Bairro foi lançado em fevereiro deste ano, na zona norte. Estão sendo investidos R$ 289,524 milhões no programa, dos quais, cerca de R$ 186 milhões são para a segunda fase de implantação nas zonas leste e centro-sul.

Na zona leste, o efetivo da Polícia Militar (PM) está saltando dos atuais 278 para 931, o da Polícia Civi (PC) de 166 para 232, o número de Distritos Integrados de Polícia (DIPs) dobrou de quatro para oito. Serão 226 viaturas atuando na área, sendo 100 veículos quatro rodas e 126 motocicletas.

Na zona centro-sul, o efetivo da PM sai dos atuais 112 para 561 e da PC de 37 para 111, a quantidade de DIPs também aumenta de dois para quatro. O número de viaturas atuando na área será de 130, sendo 56 veículos quatro rodas e 74 motocicletas. Além de construir novas delegacias, o Governo do Amazonas também reformou e ampliou as já existentes.

“Com este reforço, se espera uma cobertura ampla e a presença constante da força policial junto à comunidade, atuando na prevenção ao crime”, observa o governador Omar Aziz. A concepção do Ronda no Bairro destaca para cada raio de três quilômetros quadrados, ou sete quarteirões, uma ronda fixa com 18 policiais, duas motocicletas, uma viatura equipada com tecnologia moderna, incluindo câmeras de monitoramento, GPS e sistema de radiocomunicação, atuando 24 horas por dia. A zona leste, por exemplo, foi dividida em 41 setores, sob a influência de oito DIPs – 4º, 9º, 11º, 14º, 25º, 28º, 29º e 30º DIP.  Já a zona centro-sul ficou com 25 setores e quatro DIPs – 12º, 16º, 22º e 23º.

Primeiros resultados – Desde o seu lançamento na zona norte de Manaus, o Ronda no Bairro vem garantindo redução nos índices de criminalidade. De fevereiro a meados de junho, houve redução de 26% nos índices de criminalidade naquela região da cidade, em comparação com o mesmo período ano passado. Destaque para os homicídios, que caíram 25,9%, e o flagrante de tráfico de drogas que cresceu 45%, demonstrando maior repressão da polícia sobre este tipo de crime.

Para garantir a implantação do Ronda no Bairro, o Governo do Estado precisou expandir toda a estrutura de segurança da cidade. Aumentou o efetivo em mais 2.500 policiais militares e 1 mil policiais civis; está aumentando de 17 para 30 a quantidade de DIPs, além de reformar e ampliar as demais estruturas de segurança, como o Ciops, equipando-as e dotando-as de tecnologia moderna. Também foi necessário investir na valorização do policial, com reajuste salarial, capacitação, treinamento, compra de armamentos, kits táticos operacionais, coletes balísticos, fardamentos entre outras aquisições.

A frota de veículos das polícias Civil e Militar em 2011 foi renovada com 965 viaturas novas, sendo 868 carros e 97 motocicletas, todas para aplicação exclusiva no policiamento na capital e em todos os municípios do Estado. Nenhuma cidade do interior recebeu menos de duas viaturas para as atividades policiais.

Novo conceito – Para garantir a presença mais efetiva da polícia junto ao cidadão, a área territorial de Manaus foi dividida em seis zonas (Norte, Leste, Sul, Oeste, Centro-Oeste e Centro-Sul) e subdividida para atuação de 30 Distritos Integrados de Polícia (DIP). É o Ronda no Bairro, que valoriza fortemente o relacionamento entre o cidadão e o policial, uma tendência no combate à criminalidade que vem resultando vitoriosa em várias partes do mundo.

Essa estratégia de policiamento de proximidade também propicia a consolidação de um modelo pioneiro no Amazonas, que é a atuação integrada dos órgãos do sistema de Segurança Pública, notadamente das polícias Civil e Militar.

Publicado por Amazonas Em Destaque

Um blog com os principais fatos e destaques do Estado do Amazonas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: