Governo do Amazonas realiza atendimento emergencial das famílias que tiveram suas casas incendiadas

O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Seas), por determinação do governador Omar Aziz, realizou o cadastro socioeconômico de 130 famílias desabrigadas pelo incêndio ocorrido na manhã desta quarta-feira, dia 18 de abril, no bairro Presidente Vargas (Matinha), zona oeste de Manaus. Ainda nesta quarta-feira, a secretaria vai doar 299 colchões de solteiro, 97 colchões de casal e cestas básicas a cada uma das famílias afetadas.
Equipes formadas por assistentes sociais, psicólogos e pedagogos do governo estadual foram deslocadas para a Escola Municipal Professor Sérgio Pessoa Figueiredo, onde as famílias foram abrigadas emergencialmente, para prestar o atendimento de identificação das necessidades emergenciais.
A secretária da Seas, Regina Fernandes, que esteve no local de cadastro das famílias para acompanhar o trabalho, informa que nesta quinta-feira, 19 de abril, a partir das 9h, o Governo do Estado vai realizar na sede da Secretaria Municipal da Assistência Social e Direitos Humanos (Semasdh – rua Ayrão, bairro Praça 14, zona centro-sul), um mutirão de atendimento para emissão de documentos as famílias. “A orientação do governador Omar Aziz é atender todas as famílias do incêndio, para que elas possam retomar suas rotinas rapidamente”, disse.
O coordenador do Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (Prosamim), Frank Lima, acompanhado de equipes de engenharia e da empresa projetista do programa, esteve na área conhecida como Bariri (onde ocorreu o incêndio) para fazer o reconhecimento do local. De acordo com a Unidade Gestora do Prosamim, algumas residências atingidas pelo incidente estavam cadastradas para desapropriação dentro do Prosamim 3, que vai efetuar obras na bacia do São Raimundo com início previsto para o mês de junho deste ano.
O Corpo de Bombeiros do Amazonas conseguiu controlar o incêndio no bairro por volta das 9h40 da manhã. Para atender a ocorrência, um efetivo de 148 homens, 14 viaturas de combate a incêndio e outras 12 viaturas administrativas com equipamentos de atendimento emergencial foram acionadas para o local.
Conforme o Comandante Geral do Corpo de Bombeiros, coronel Antônio Dias, a primeira chamada de socorro ocorreu às 8h48 da manhã e, já às 8h54, as primeiras viaturas chegaram ao local do incêndio para apagar o fogo.
Não há registros oficiais de vítimas fatais. Equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) atenderam 23 moradores que passaram mal, por motivos emocionais, durante o incêndio. Sete pessoas foram removidas para unidades de emergência por inalação de fumaça. A Polícia Civil do Amazonas começou as investigações para descobrir as causas do incêndio. A perícia técnica na área ocorrerá após a liberação do local pela Defesa Civil municipal.


Fotos: Roberto Carlos / AGECOM

Publicado por Amazonas Em Destaque

Um blog com os principais fatos e destaques do Estado do Amazonas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: