NOTAS SOBRE AS CIDADES E A POLÍTICA AMAZONENSE

Aeroporto de Parintins pode ser reaberto
O vereador Juliano Petro Velho (PDT) pediu a reabertura do aeroporto Júlio Belém e melhorias na educação municipal, de modo a que a população de Parintins obtenha melhor qualidade de vida. Ele disse o que diretor do aeroporto, Jean Jorge Rodrigues, falou que a empresa Azul apresentou uma proposta para operar no município de Parintins com vôos regulares. “Uma das 65 cidades turísticas do Brasil não pode ficar com o aeroporto fechado, principalmente para pouso e decolagem durante o dia”, frisou o vereador.

Peixe em Humaitá
O governo do Estado do Amazonas e a Prefeitura de Humaitá, lançaram na manhã desta sexta-feira (16) o 1º. Polo de Piscicultura do Estado, um arrojado projeto que pretende alavancar a economia do município de Humaitá, em pelo menos R$ 10 milhões ao ano.
Participaram do lançamento o prefeito de Humaitá, Dedei Lobo, o secretário de Estado de Produção Rural, Eron Bezerra, o presidente da AFEAM (Agência de Fomento do Amazonas), Pedro Falabella e o presidente do IDAM, Edmar Vizolli, além de vereadores, secretários municipais e dezenas de produtores rurais de Humaitá.
Gilmar é contra o Ficha Limpa
O ministro do STF, Gilmar Mendes, avisou ontem (18) que o projeto Ficha Limpa vai causar vítimas em todos os partidos, “porque é 
uma roleta russa com todas as balas no revólver”. Segundo ele, os  prazos de inelegibilidade são elásticos e infindáveis, e afirmou que todos “nós sabemos que temos problemas hoje nos tribunais de contas. Há uma excessiva politização e partidarização dos tribunais de contas. Ou nós não sabemos disso?”
  
Prefeitos do Amazonas caem no ficha  limpa
O Supremo Tribunal Federal enviou para o TRE, dia 16, a relação das pessoas inelegíveis nas eleições deste ano. Pelo menos metade dos prefeitos do Amazonas não poderá disputar a reeleição. Segundo o TSE, eles foram barrados pela validação da Lei da Ficha Limpa (Lei Complementar 135/2010) aprovada em 2010 e validada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) na noite da última quinta-feira (16). 
Desde total, 15 são gestores do PMDB. Eles saem da disputa pelo Executivo, mas devem participar indiretamente do pleito apoiando candidatos de partidos aliados. 
Os prefeitos foram barrados por terem tido as contas referentes ao mandato julgadas irregulares pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM) e/ou pelo Tribunal de Contas da União (TCU). 
Bacalhau da Amazônia alça vôo
A marca “Bacalhau da Amazônia” poderá alçar voos internacionais. O Governo do Amazonas, através da Secretaria de Estado da Produção Rural (Sepror), e o Ministério de Relações Exteriores (MRE) irão promover no dia 24 de abril, no Palácio do Itamaraty, em Brasília, o lançamento do produto para as Embaixadas Estrangeiras com sede na capital federal.
O evento tem o objetivo de comercializar o bacalhau amazônico, produzido na cidade de Maraã (a 681 quilômetros de Manaus), em escala mundial, seguindo determinação do governador Omar Aziz de ampliar as oportunidades de renda dos produtores rurais.
Ônibus escolar abarrotado em Coari
Durante vários dias da semana passada pais que têm filhos matriculados na rede municipal de ensino de Coari, reclamaram da superlotação do ônibus escolar (foto) que faz a linha atendendo os alunos da Escola Ursulina, Raimunda Cruz e Sesc. A maioria dos pais fica preocupada com a quantidade de alunos que o ônibus está transportando e reclama também da falta de monitores para ajudarem na organização dos alunos.
Barranco desaba em Boca do Acre
Um barranco cedeu na manhã de ontem (18) em Boca do Acre, arrastando três casas de comércio, localizadas na Av. Xv de Novembro, Centro.
Parte do depósito do comerciante Raife Calacina, da loja de Material de Construção do empresário, Inácio Mouramato, e do Armarinho Núbia, foram tragados pelas forças da natureza. Todos os comerciantes daquela área estão removendo suas mercadorias, com o receio de que a qualquer momento possa acontecer uma tragédia.
A manhã de domingo foi movimentada no centro de Boca do acre. Com o início do desbarrancamento muitos espectadores se dirigiram para o local. No entanto, muitos colaboradores, amigos e parentes estavam unidos em apenas um objetivo, remover todo
TCU fiscaliza portos no Amazonas

O Tribunal de Contas da União (TCU) vai fiscalizar as construções de portos no interior do Amazonas até o mês de julho. O objetivo é averiguar os custos dos projetos, a execução das obras, avaliar e tentar identificar possíveis irregularidades. A avaliação faz parte do programa de Fiscalização de Obras (Fiscobras) do órgão e é realizado em todo o território nacional.
Os portos que serão visitados no estado são os dos municípios de Guajará, Itapiranga, Ipixuna, Carauari, Tapauá, Boa Vista do Ramos e Beruri. Todas as obras citadas estão sob responsabilidade da Secretária de Estado de Infraestrutura (Seinfra) e estão orçadas no valor total de R$ 105.592.327,38.

Publicado por Amazonas Em Destaque

Um blog com os principais fatos e destaques do Estado do Amazonas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: