Governo do Estado investe em quatro novas agroindústrias de frutas no Careiro da Várzea e Itacoatiara

Com o objetivo de agregar tecnologia à agricultura de frutas no Careiro da Várzea e em Itacoatiara (a 25 e a 286 quilômetros da Manaus, respectivamente), o Governo do Amazonas investe na implantação de quatro agroindústrias – duas em cada localidade – para beneficiamento de frutas. A previsão é inaugurar em julho deste ano, melhorando a renda de mais de 2 mil famílias.


A implantação das fábricas está prevista no Programa Agroindústria, do Governo do Estado, executado por meio Secretaria de Estado da Produção Rural (Sepror) que, em convênio com a Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) e Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), destinou cerca de R$ 1,559 milhão para a mecanização e beneficiamento de frutas em Itacoatiara e no Careiro da Várzea.
De acordo com a Sepror, por determinação do governador Omar Aziz o Estado está prestando apoio e assistência tanto na execução do projeto da agroindústria quanto na melhoria da produção dos agricultores dos dois municípios para verticalizar a produção e adensar o lucro dos produtores rurais.
O secretário executivo de Infraestrutura da Sepror, José Lôbo, informou que a estratégia de mecanizar a produção de frutas nos municípios de Itacoatiara e na região do Careiro da Várzea vai elevar as condições sociais e econômicas de 2.096 agricultores. “Atualmente cada agricultor planta e vende o quilo da fruta por um preço bem inferior ao que a mesma é vendida na capital. Ao passo que oferecendo suporte técnico e físico o produtor começa a fornecer o produto beneficiado, o que é muito mais lucrativo para ele”, comentou Lôbo.
No caso do Careiro da Várzea, cujo potencial agrícola é a produção de abacaxi, cupuaçu, goiaba, acerola e banana, as frutas serão transformadas em doces. Já no município de Itacoatiara, com potencial em abacaxi, cupuaçu, maracujá, acerola e graviola, as frutas serão vendidas em forma de polpa congelada.

Outro destaque apontado pelo secretário de infraestrutura da Sepror é com relação à produção em escala industrial. Conforme um levantamento elaborado pela Sepror em cima das expectativas de produtividade do Careiro da Várzea e Itacoatiara, foi demonstrado que o primeiro vai produzir em média 127 toneladas anuais de doces de frutas. Já em Itacoatiara serão 476 toneladas de polpa. “Além de representar uma quantidade bem acima do que os produtores estavam acostumados a praticar, não haverá desperdício do produto, uma vez que temos capacidade de armazenagem e escoamento da produção”, assegurou.
Infraestrutura – Em razão do avanço na produtividade a partir da mecanização da agricultura, a Sepror está trabalhando numa solução para o escoamento da produção nas regiões produtivas do Estado, por meio da melhoria das condições de vicinais.   “Desde o ano passado estamos estudando aditivos para melhorar as condições do solo para deixar a estrada mais resistente à ação das chuvas, além de ser mais barato”, observou Lôbo.

Em abril, conforme o secretário, um aditivo da marca americana Topsoil será testado em cinco quilômetros de uma vicinal no município de Manacapuru, comunidade Santana. “Assim que tivermos um panorama do melhor produto, o estaremos aplicando em todas as vicinais do Amazonas, oferecendo garantia de escoamento da produção via terrestre”, ressaltou.
DADOS DE CADA AGROINDÚSTRIA
Agroindústria de doces no Careiro da Várzea
Localidade: Ramal do Cobra
Comunidade: Peniel do Areial
Famílias Beneficiadas: 172
Agricultores Beneficiados: 516
Frutas transformadas em doces/ ano: abacaxi (30ton); cupuaçu (15ton); Goiaba (8ton); acerola (5ton); banana (12ton)
Investimento: R$ 280.392mil
 2º
Localidade: Terra Nova
Comunidade: São Francisco da Terra Nova
Famílias Beneficiadas: 200
Agricultores Beneficiados: 405
Frutas transformadas em doces/ ano: cupuaçu (10ton); goiaba (15ton) acerola (5ton); banana (12ton)
Investimento: R$280 mil
Agroindústria de polpas em Itacoatiara
Localidade: Costa da Conceição
Comunidade: São Pedro de Iracema
Famílias Beneficiadas: 562
Agricultores Beneficiados: 954
Frutas transformadas em polpa/ ano: abacaxi (72ton); cupuaçu (32ton); maracujá (120ton) acerola (15ton) graviola (14ton)
Investimento: R$ 438 mil
Localidade: Vila do Engenho
Comunidade: Sagrado Coração de Jesus do Paraná da Eva
Famílias Beneficiadas: 220
Agricultores Beneficiados: 450
Frutas transformadas em polpa/ ano: abacaxi (150ton); cupuaçu (52ton); maracujá (85ton); acerola (23ton); graviola (23ton).
Investimento: R$ 561 mil


FOTOS: ARQUIVO AGECOM E CHICO BATATA 



Agência de Comunicação do Amazonas
       (92) 3303 8372 / (92) 3303 8368
       www.amazonas.am.gov.br
      http://twitter.com/governoamazonas
  http://youtube.com/governodoamazonas

Publicado por Amazonas Em Destaque

Um blog com os principais fatos e destaques do Estado do Amazonas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: