Governo do Estado vai ampliar apoio emergencial para haitianos no Amazonas

O Governo do Amazonas, através da Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Seas), vai ampliar o apoio emergencial aos imigrantes haitianos com o aporte de R$ 400 mil para aluguel de um abrigo em Manaus e compra de mantimentos para os estrangeiros. Neste fim de semana, nos dias 28 e 29 de janeiro, a Seas vai doar 300 colchões aos imigrantes do Haiti, que somam cerca de 4 mil no Estado.  

A informação foi dada pela secretária da Seas, Regina Fernandes, após reunião, na manhã desta sexta-feira, 27 de janeiro, com representantes de organizações de apoio ao imigrante, da Igreja Católica e do procurador da Procuradoria do Trabalho da 11ª Região, Audaliphal Hildebrando da Silva. De acordo com Regina Fernandes, a ampliação das ações reforçam a parceria do Governo do Estado com Igreja Católica, que tem acolhido os imigrantes haitianos que chegam ao Estado.  

 “Neste convênio o Estado atuará como financiador das ações de assistência social, alugando um espaço amplo e estruturado para acomodar aqueles imigrantes recém-chegados ou que ainda não conseguiram emprego e também abastecendo este local com alimentação. Ainda nesta parceria, a Igreja Católica será executora dessas ações, uma vez que possui informações de quantos desses haitianos já estão empregados e quantos serão beneficiados com a ajuda emergencial do governo”, explicou Regina Fernandes.

A secretária frisou que o aluguel do abrigo passará por licitação, a qual deve ser definida a partir da próxima semana. Outra ação emergencial coordenada pela Seas será a distribuição, a partir da primeira semana de fevereiro, de 1.000 cestas básicas para os haitianos mais necessitados.
   
Regina Fernandes destacou que, desde que ocorreu a catástrofe no Haiti, em 2010, o Governo do Amazonas tem realizado ações assistenciais, como a doação de colchões e cestas básicas, e mantido articulações com outros órgãos do Governo Estadual para oferta de cursos de idiomas, por meio do Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam), o encaminhamento para vagas de emprego, através da Secretaria de Estado do Trabalho (Setrab). “A ajuda, concedida pelo governador Omar Aziz, antecede uma parceria entre Estado e Governo Federal, que sinalizou liberar mais R$ 500 mil para a aquisição de alimentos e prestação de serviços básicos”, frisou a secretária.

Diagnóstico – No dia 9 de janeiro deste ano, a Seas em parceria com a Pastoral do Migrante da Igreja Católica produziu um relatório sobre a situação dos haitianos no Amazonas, que foi encaminhado para a Secretaria Nacional de Direitos Humanos, órgão do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate a Fome (MDS), no qual foram apontadas as seguintes demandas emergenciais:

● Espaço/local para referenciamento e acolhimento dos haitianos;

● Colchões de solteiro;

● Alimentação;

● Transporte (aluguel ou aquisição);

● Manutenção de uma equipe técnica mínima de dois assistentes sociais e um advogado para orientação e acompanhamento;

● Manutenção do kit-básico (botija de gás, fogão duas bocas e mangueiras com medidor), atualmente disponibilizado pela igreja, acrescido de ventilador, panelas e talheres; e

● Pagamento de aluguel, de caráter transitório, para famílias ou grupos de imigrantes.

O relatório mostra que, em Manaus, existem 3.600 mil haitianos, sendo 400 mulheres (12 grávidas); 25 crianças, desse total 18 recém-nascidas, já registrados como amazonenses. Do total de 3.175 homens, 2 mil encontram-se trabalhando no mercado informal ou formal. A maioria dos haitianos que obtiveram colocação no mercado foi por meio de articulação do Governo do Amazonas em parceria com outros órgãos, entidades e empresas. O relatório mostra também, que, até àquela data, havia 1 mil haitianos no município de Tabatinga.

Publicado por Amazonas Em Destaque

Um blog com os principais fatos e destaques do Estado do Amazonas.

One thought on “Governo do Estado vai ampliar apoio emergencial para haitianos no Amazonas

  1. Senhor governador, nossos irmãos Haitianos merecem ser ajudados,mas não esquecça que no interior do estado do Amazonas existem milhoes de brasileiros,em extrema miséria,necessitando de tudo isso e muito mais,pois são brasileiros,Amazonenses,coarienses,tefeenses,codajaenses etc.Pois os mesmos estão abandonados pelo governo do estado, outros governos visitavam os municipios independentes de prefeito A ou prefeito B.olhava o POVO e o senhor nem isso faz pelos menos onde moro a 37 anos,e a maioria dos votos foi para vossa excelencia,imagine se não tivesse sido.O que estou dizendo aqui milhares gostariam de dizer.Por favor põe a mão na sua consciencia. Um ser humano indignado e revoltado e amordaçado a varios anos sem voz.As escolas do estado estão abandonadas caindo os pedaços faz até nojo estudar em uma dessas escolas,sem o minimo de estrutura para se estudar e trabalhar.Infelizmente os donos de blogs não mostram isso.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: